Vantagens da inovação aberta para as empresas

O nível de concorrência dentro do mercado corporativo tem-se elevado de maneira contínua. A exigência dos consumidores por novos serviços e produtos, ou mesmo pela melhoria daqueles já existentes, é uma realidade sem volta. Assim, olhar para as vantagens da inovação aberta para as empresas tem sido uma pauta importante entre os grandes players.

Como a própria definição sugere, inovar significa introduzir mudanças e novas ideias na forma como algo é feito. Muitas vezes, realizar a inovação com o fluxo de conhecimento inteiramente gerenciado dentro dos limites da organização é algo que pode não entregar os resultados esperados. Por isso, existe a necessidade de encontrar fora de casa a solução para aquela dor que tanto incomoda.

O que é inovação aberta?

Inovação aberta é “o uso de fluxos de conhecimento internos e externos para acelerar a inovação interna e expandir os mercados para o uso externo de inovação”.

Esta definição e o próprio termo foram criados pelo ex-executivo de tecnologia e professor norte-americano Henry Chesbrough, que percebeu a desconexão entre negócios e universidades após trabalhar durante anos no Vale do Silício. Em 2003, ele publicou o livro Open Innovation, que estabeleceu a base desse conceito mundialmente.

Marcone Siqueira, cofundador da The Bakery Brasil e professor do MBA em Business Innovation na FIAP, explica de forma mais didática o conceito por trás do tema:

vantagens inovação aberta

Essa definição é de extrema relevância para contrapor a chamada inovação fechada, feita de maneira interna pelas corporações e sem buscar nenhuma ajuda externa.

No caso da inovação fechada, tudo é gerenciado dentro da fronteira de uma organização, desde a ideia de um produto ou serviço, passando pelo desenvolvimento e validações, até o lançamento no mercado. Em nosso artigo Inovação aberta e fechada: diferenças e benefícios, explicamos as características de cada tipo de inovação.

Vantagens da inovação aberta para as empresas

Entre os principais benefícios da inovação aberta para as corporações estão:

Criação de novos produtos e serviços

A partir da identificação de novas oportunidades no mercado, torna-se possível explorar essa criação. Esse movimento pode ajudar no aumento dos lucros, bem como potencializar seu relacionamento com a comunidade e os envolvidos.

Desenvolvimento mais rápido

A concorrência e o ciclo de vida mais curto dos produtos no mundo digital pedem agilidade no desenvolvimento de novas soluções. A divisão de tarefas e a entrada de parceiros em um processo de inovação reduzem o tempo necessário para colocar a ideia em prática (time-to-market).

Inovação de produtos e serviços antigos

Às vezes, não é preciso criar novos produtos ou serviços, somente melhorar aquele já existente e que tenha potencial para atrair clientes. É quando você precisa reunir uma equipe criativa para melhorar sua ideia. Na inovação aberta, o processo nunca termina.

Custos mais baixos

Muitas vezes, para inovar é preciso investir não só dinheiro, como também tempo e expertise dos envolvidos no projeto. Ou seja, dividir o investimento com outros players do mercado deixa o processo mais acessível. Também é possível aproveitar conhecimentos já disponíveis no mercado.

Ficar à frente dos concorrentes

A concorrência pode ser um mal que vem para o bem. Se ela já estiver inserida nesse universo da inovação aberta, é hora da sua empresa não ficar para trás. Se isso ainda não aconteceu, ótimo, saia na frente e lidere seu nicho no mercado.

vantagens inovação aberta

Acesso à infraestrutura certa

Imagine uma pequena empresa com uma grande ideia, mas sem recursos ou fundos para desenvolvê-la adequadamente. Nesse cenário, construir um relacionamento com uma empresa maior, ou uma universidade, por exemplo, pode permitir que o produto dessa companhia seja levado ao mercado de forma rápida e eficiente;

Novos fluxos de receita

Algumas corporações obtêm mais receita com produtos secundários do que com os primários. Assim, trabalhar com outras empresas permitirá que você entre em um novo mercado com uma ideia e um produto que você já possui.

Networking e melhor ambiente de trabalho

A cooperação é vantajosa para os colaboradores e para a empresa. O contato com outros profissionais garante o compartilhamento de conhecimentos e fortalece o networking, além de deixar o ambiente de trabalho mais propício a trocas relevantes.

Mantém os colaboradores engajados

Ao trazer uma iniciativa de inovação aberta para o local de trabalho, sua equipe pode se envolver no planejamento geral. Quando as pessoas se sentem mais envolvidas nos objetivos maiores da organização, isso as deixa mais animadas para vestirem a camisa da empresa.

Cenário da inovação aberta no Brasil

Nos últimos anos, a inovação aberta no Brasil cresceu de maneira vertical. A necessidade das empresas em inovar para aumentar sua competitividade no mercado é um dos fatores primordiais para esse resultado. Junta-se a isso o surgimento de muitas startups que têm contribuído diretamente com esse cenário.

No entanto, de acordo com números do Boston Consulting Group, apenas 20% das organizações estão preparadas para escalar a inovação e implantar soluções com eficiência. Esse cenário também inclui as organizações brasileiras.

Felipe Novaes, cofundador da The Bakery Brasil, acredita que existe uma decisão errônea por parte das empresas no momento de definir uma estratégia certeira e muito bem estudada na hora de inovar:

vantagens inovação aberta

A afirmação está em seu artigo Por que apenas 20% das empresas estão preparadas para acelerar e inovar?, publicado pelo portal Startupi.

Ao assumir o desejo de inovar, as corporações precisam, primeiro, analisar os obstáculos culturais do mercado onde se está inserido. Depois, estruturar uma estratégia a qual as pessoas possam entender e se conectar. Dessa maneira, torna-se viável a criação de uma meta de inovação, em que todos na empresa precisam estar unidos nessa longa jornada.

A busca pela sustentabilidade é outro fator de procura por inovação pelas corporações que deve ser levado em consideração. Essa tem sido uma pauta muito discutida dentro de grandes corporações no país e no mundo. Investir nesse tema, o que se conecta diretamente à ESG, tem feito toda a diferença na decisão de compra dos consumidores.

The Bakery e o ecossistema de inovação

A The Bakery, potencializada por uma rede global de empreendedores, ajuda grandes empresas a solucionar seus desafios quanto à inovação por meio de programas personalizados. Para a corporação se destacar com inovação orientada a resultados, são consideradas:

  • As particularidades da empresa;
  • As reais necessidades da corporação;
  • As oportunidades de negócios para a companhia.

Além disso, fazemos uso de metodologias de inovação consolidadas para acelerar e impulsionar os resultados, como no caso do Corporate Venture Building e do Corporate Venture Capital.

Afinal, a inovação deve ser propositiva. Os objetivos e necessidades de cada corporação determinam a direção das iniciativas que desenvolvemos e executamos.

Entenda o funcionamento do CVB visitando nosso artigo Corporate Venture Building (CVB): o que é e como funciona.

Para saber como trabalhar um fundo CVC, visite nosso artigo Corporate Venture Capital (CVC): o que é e como funciona.

ebook inovação aberta